Sobre a loja

Livraria com os produtos da Editora LiteraCidade e de autores associados.

Riscos no Barro (ensaios literários), de Abilio Pacheco

Clique no botão ao lado para assistir o video relacionado ao produto.

Assistir Video

Riscos no Barro (ensaios literários), de Abilio Pacheco

Código: 56HXGKGXH
R$ 21,00 R$ 9,90
Comprar Estoque: Disponível
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Reunião dos 8 ensaios a seguir:

1. Notas sobre autoria

Discussão acerca da noção de autoria em literatura e suas implicações na constituição das obras narrativas.

2. Considerações sobre o Narrador

São apresentados os principais conceitos e tipologias do narrador, especialmente aquelas de raiz formalista/estruturalista

3. O Narratário / Conceito e Classificação / A constituição do Outro como ser enunciativo

Pouco conhecido e ainda não disseminado no ensino de graduação e mesmo entre os formados em Letras, o conceito de narratário, bem como sua classificação básica, é apresentado. Na parte mais original do trabalho, é discutida sua constituição de natureza filosófico-ontológica, considerando a importância dessa categoria narrativa.

4. Subjetivismo epistolar, outridade e interação empática em Lucíola, de José de Alencar.

A obra de José de Alencar é analisada – principalmente – a partir dos conceitos apresentados nos ensaios anteriores como forma de possibilitar a reflexão sobre romance romântico ou mesmo o romance brasileiro do século XIX.

5. Heterogeneidade enunciativa e montagem caleidoscópica em O Minossauro, romance do paraense Benedicto Monteiro.

Numa abordagem um tanto ousada, a obra do escritor paraense recebe neste ensaio uma atenção focalizada nos personagens-narradores/narratários e na estratégia narrativa-enunciativa empreendida de se construir um processo interativo interdependente, no qual a participação do leitor – necessariamente – precisa ser ativado para o preenchimento de vazios e lacunas.

6. Fragmentação ontológica e interação especulativa em Benjamim, de Chico Buarque

A partir de conceitos da narratologia e da apresentação sobre o Novo Romance Francês, discute-se a interação mediatizada pela focalização em “câmera” como processo narrativo utilizado pelo autor. Enfatiza-se o escamoteamento da imagem autoral e o caráter especulativo da interação, de modo a indicar a presença de tais processos no romance contemporâneo.

7. Às urbes buarqueanas: das cidades utópicas a distopia singular

Na abordagem mais original do volume e indispensável aos pesquisadores buarqueanos, apresentam-se as cidades na obra de Chico Buarque. Partindo das cidades utópicas nas primeiras composições, passando pela perda do potencial utópico das cidades nas canções, para – por fim – apresentar – no romance buarqueano – a cidade distópica como crítica social.

8. O(s) duplo(s) em Benjamim, de Chico Buarque

Numa abordagem breve, o romance é analisado e classificado conforme esta tipologia textual.

R$ 21,00 R$ 9,90
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Deurilene Sousa Silva - CPF: 598.815.772-68 © Todos os direitos reservados. 2017